Dicas para comprar ações – de Warren Buffet

A maioria das pessoas se interessa pelas ações quando todos estão interessados. A hora de se interessar é quando ninguém mais está interessado. Não é possível comprar  que é popular e se dar bem.

Warren Buffet

O investidor sagaz evita as ações populares e a histeria em massa em torno delas, pois a popularidade dessas ações muitas vezeswarren buffett torna seu preço para lá de expressivo. Se você investir em uma empresa, procure um período em que a empresa não seja mais popular – e aí  que você obterá o melhor preço e o maior potencial de lucro. Por isso Warren adora um mercado em baixa. Ele está de olho em certas empresas maravilhosas que ele compraria sem pestanejar se pudesse fazê-lo pelo preço certo.

Na verdade, se você examinar a carteira da Berkshire, verá que todas as empresas das quais ele possui ações foram compradas durante uma queda do mercado ou uma época em que a empresa não era um investimento popular. Suas ações da Washington Post Company, Coca-Cola, Disney, American Express, General Foods, Wells Fargo, Interpublic Group e GEICO foram todas compradas num mercado em baixa ou numa época em que a empresa era impopular entre o resto da comunidade de investimentos.

Alcance a Riqueza investindo em um Grande Negócio

riquezaSe você fizer uma pesquisa sobre as famílias super-ricas nos estados Unidos, constatará que, quase sem exceção, suas fortunas foram construídas com base num só negócio excepcional.

A família Heast ganhou seu dinheiro no jornalismo, a família Walton no varejo, a família Wrigley com gomas de mascar, a família Mars com doces, a família Gates com software, e as família Coors e Busch com cerveja. A lista não para, e quase sem exceção. Sempre que se desviaram daquele negócio maravilhoso que as fez espantosamente ricas, acabaram perdendo dinheiro – como quando a Coca-Cola se aventurou no ramo cinematográfico.

A chave do sucesso de Warren Buffett é que ele foi capaz de identificar quais são as características econômicas exatas de um negócio maravilhoso: uma empresa com vantagem competitiva duradoura e que esteja gravada na mente do consumidor. Quando um americano pensa em goma de mascar, penas na Wrigley; quando pensa em loja de descontos, pensa na Wal-Mart; e quando pensa numa cerveja gelada, pensa na Coors ou na Budweise. Essa posição privilegiada cria o poderio econômico.

Warren aprendeu que, ás vezes, a miopia do mercado de ações subestima grosseiramente essas empresas maravilhosas, e, quando isso acontece, ele entra em cena e compra o máximo de ações que pode. A empresa de Warrren, a Berkshire Hathaway, é uma coleção de alguns dos melhores negócios dos Estados Unidos, todos eles super-rentáveis e comprados quando Wall Street os ignorava.

Como ser um Bom Investidor?

Um homem de negócios astuto sabe distinguir uma empresa boa de uma ruim – e um investidor astuto sabe quando uma empresa está sendo vendida barato ou a um preço excessivo.

Assim, para ser um bom investidor, você precisa ser como um homem de negócios e saber distinguir uma empresa boa de uma ruim, e quando for comprar uma empresa precisa ser como o investidor esperto e saber se a ação está barata ou cara. Combine os dois lados e você poderá ganhar um bilhão.

No inicio, Warren Buffet só estava preocupado com o histórico financeiro de uma empresa, sem se importar realmente com seus produtos. Seu mentor Graham acreditava que os números refletiam tudo o que se precisa saber. Ele não distinguia uma empresa do tipo commodity, como de têxteis, com maus fundamentos econômicos de longo prazo, de uma empresa monopolista de bens de consumo como a Coca-Cola, com ótimos fundamentos econômicos de longo prazo.

Mas quando Warren passou a gerir uma empresa do tipo commodity em dificuldades, logo percebeu que eram as empresas do tipo monopolistas de bens de consumo que possuíam vantagem competitiva, e nem precisa esperar até que elas estejam baratas. Um preço justo é tudo do que você necessita, se conservar as ações por tempo suficiente, para ganhar seus bilhões.

1 2 3 11