Como pagar minhas dívidas?

Só tem uma forma de ficar tranqüilo com a própria renda: “Gastar menos do que se ganha”.

Se você já está endividado, faça como já disseram: Priorize muito as contas que cobram juros, tente renegociá-las e quitá-las. Ao mesmo tempo, leve em conta as despesas essenciais como água, aluguel, energia, etc.

Corte gastos extras. Deixe para comprar aquela geladeira daqui a alguns meses depois de quitadas as dívidas. Se possível, sei que nesse momento de dívidas não é, mas assim que for, poupe, poupe dinheiro, mesmo que pouco em uma aplicação tipo poupança ou fundos de renda fixa (a partir de 100 reais já são aplicáveis, com rendimentos de 1% a.m). Poupando, você poderá ter o dinheiro para adquirir novos bens a vista, e como sabemos, na compra a vista há a pechincha e você não paga os juros de um parcelamento de casas Bahia por ex, que, por mais que digam que é sem juros, compare um preço a vista na loja da esquina e o mesmo produto em 15 x “sem juros” nas Casas Bahia.

Tendo essa poupança, você economizará até 70% do valor do bem que deseja comprar.

A educação doméstica é boa também. No supermercado, compre produtos mais baratos, a não ser que a qualidade seja muito inferior. Economize no telefone, celular e energia.

Essas pequenas medidas evitam que algumas dezenas de reais vão para o ralo todo mês.

Por fim, lembre-se: ” GASTE MENOS DO QUE GANHA” e “POUPAR”.

Leia esse livro: “Como Comprar mais gastando menos”