Dica para fazer bons negócios – escolha bem seus parceiros

Uma pessoa ruim é uma pessoa ruim, e uma pessoa ruim nunca o tratará como você merece. O mundo tem pessoas boas e honestas em numero suficiente para que fazer negócios com as desonestas seja pura tolice. Se você se pergunta “devo confiar nessa pessoa?”, melhor abandonar a mesa de negociações e procurar outra companhia mais honesta para fazer negócios. Assim como você não quer ter dúvida sobre a abertura de seu pára-quedas quando for se atirar do avião, também não quer duvidar da integridade da pessoa com que vai se atir num negócio.

Se já não pode confiar nela agora, poderá menos ainda no futuro. Melhor não confiar nunca nesse tipo de gente.

Warren aprendeu esta lição ao participar da diretoria da Salomon Brothers. Contrariando os conselhos de Warren Buffett, os banqueiros de investimentos da Salomon continuaram fazendo negócios com o magnata da mídia Robert Maxwell, cujas finanças, de tão precárias, lhe valeram apelido de Bouncing Czech (Czech é tcheco. Trocadilho com bouncing check, “cheque voador”). Após a morte prematura de Maxwell, a Salomon se viu em maus lençóis para recuperar seu dinheiro.

A regra é simples: as pessoas integras estão predispostas a agir bem;  as pessoas sem integridade estão predispostas a agir mal.

Melhor não confundir as duas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *